Wengo

N°1 do aconselhamento online

Norma Parental

Versão de 05 de outubro 2011

ANTES DE MAIS NADA

INSTALE o computador no lugar de vida mais coletivo do lar para não deixar uma criança sozinha no comando do computador. A Internet será, dessa forma, uma ferramenta familiar e seu filho sentirá a sua presença.

DEIXE seu filho lhe mostrar como ele navega na Internet: os sites preferidos dele e os que poderão lhe interessar.

MANTENHA um diálogo permanente com seu filho sobre a utilização da Internet e sobre os sites que ele visita.

ENCORAJE seu filho a mostrar lhe imediatamente o que ele vê na Internet, do que ele não está seguro, o que o incomoda ou o choca.

INFORME-LHE sobre os riscos ligados à divulgação de informações pessoais (nome, endereço, números de telefone, etc.) para evitar que elas sejam exploradas por pessoas mal-intencionadas ou simplesmente utilizadas para fins comerciais abusivos.

DIGA claramente a seu filho que o desrespeito de direitos autorais é ilegal e, portanto, passível de punição (download gratuito de músicas, jogos, filmes, aplicativos).

EDUQUE seu filho à prudência na Internet:

  • - jamais comunicar informações pessoais;
  • - não responder uma mensagem chocante e deixar rapidamente o site que lhes causa mal-estar;
  • - não combinar encontro com uma pessoa conhecida pela Internet.

SEJAM pais internautas responsáveis, principalmente no que diz respeito aos mais jovens. Existem ferramentas técnicas, como aplicativos de filtragem, que permitem restringir o acesso à Internet conforme o perfil do usuário ou bloquear o recebimento de determinados sites referenciando palavras-chave.

Três tipos de produtos de filtragem estão disponíveis:

  • - O navegador que permite a utilização da Internet pode ser configurado para impedir o acesso a determinados sites. Por exemplo, o "Internet Explorer" pode ser parametrizado para impedir o acesso a sites pornográficos, violentos ou que contenham palavras específicas através de um sistema de caixas a marcar.
  • - Aplicativos independentes do navegador, instalados no microcomputador, funcionam desde que a Internet é ativada. Eles agem como filtros e bloqueiam o acesso a certos sites claramente definidos. É o caso principalmente do sistema utilizado por Netnanny, Cyberpatrol, InternetWatcher 2000, Internet Security 2001, Edunet.
  • - Certos sistemas não filtram, mas registram em um arquivo jornal protegido por senha, a lista de sites que foram visitados. Eles agem como "informantes".

Entretanto, esses sistemas têm limites. Se aplicativos de filtragem podem ser aconselhados, o compromisso e a informação dos pais continuam sendo totalmente essenciais e indispensáveis.

Para mais informações sobre a filtragem, principalmente em vista da proteção dos menores, a WENGO recomenda a consulta do site www.mineurs.fr. (site francês)

ADOPTE UMA NORMA FAMILIAR

A adopção de uma norma familiar permitirá que aborde globalmente o que é possível, desejável ou proibido em uma cessão da Internet. Deixe seu filho propor regras de utilização e certifique-se de que poderá fazê-lo respeitá-las. A norma pode se inspirar em alguns conselhos fornecidos aqui e prever, por exemplo, duração e horário de utilização da internet; tipo de sites autorizados, tolerados e proibidos; uso na ausência dos pais, informações trocadas e proteção de sua vida privada; conciliação com outras atividades (deveres escolares, esportes, refeições familiares...).


2019 - MyBestPro - 12 rue de Penthièvre 75008 Paris, França